Falar com Fluência, Comunicação e Marketing

Falar com Fluência, Comunicação e Marketing

A nossa ideia é que você se torne cem por cento melhor em comunicação e marketing pessoal.
Trabalhamos com comunicação há quatro décadas. Se há quarenta anos, quando comecei as primeiras turmas, já se dizia que oratória era a arma mais importante, mais fabulosa e mais rica da história, imagine agora que você tem a tecnologia ao alcance da sua mão.
Todo mundo, hoje, está falando e gravando. Mas onde está o problema? É que muitas vezes, ao falar e gravar, enaltece-se as virtudes e também aquilo que não é tão agradável. Eu quero que suas gravações e suas mensagens cheguem bem perto da perfeição, por isso, vou basear todas as nossas plataformas com ideias e com informações que foram praticadas, não só teorizadas, mas, praticadas, ao longo de quatro décadas.
São muitas histórias e muitos resultados. Todas as pessoas que praticaram os exercícios lograram. E, se você fizer o mesmo, logrará êxito também.
Em nosso treinamento não há nenhum exercício nefasto ou absurdo; todos são exercícios simples que vão fazer você falar com fluência, melhorar a dicção, a postura, a voz e a apresentação do conteúdo.
Tudo isso é possível! Comprove acompanhando as nossas aulas.
Fale com fluência, ritmo, sem pressa e nem muito divagar. Dê tudo o que tiver. Um orador não se poupa. Quando você fala, é necessário se preocupar com o ritmo. O ritmo é como a cadencia de uma música, tem momentos de ápice e de diminuição. Em outros momentos ela fica retilínea. Essas altercações, esses detalhes do ritmo, é que prendem a atenção da assistência. Portanto, você não pode começar um discurso de modo apático.
Quando em um discurso o orador fala com a mesma entonação, com o mesmo ritmo, do começo ao final, ele vai de pronto notar a assistência sonolenta, dispersa e desinteressada. E o orador, tão mergulhado na sua insensatez, não se deparou com o auditório. O orador se distingue pelo cuidado. Quando a assistência estiver conversando enquanto você profere o seu discurso, você deve silenciar, até que o próprio auditório perceba que você pausou o seu discurso e suas conversa paralelas, e fora de hora é que estão se sobressaltando. A própria assembleia vai pedir silêncio uns aos outros.
O ritmo é altercação da velocidade da fala. É necessário evoluir, durante um discurso, nas palavras chaves, de preferência nos verbos. É como quando você vai fazer um texto no computador e quer destacar alguns trechos específicos; então você utiliza-se de ferramentas como: negrito, itálico, sublinhado, LETRAS GARRAFAIS. E na voz, a forma de destacar os trechos desejados, é altercando as palavras do discurso.
Falar com fluência é falar de maneira a reproduzir a sonoridade perfeita de maneira coloquial. É ter a condição de uma boa pronúncia e saber o que significa aquela frase. A linguagem coloquial é a linguagem do dia a dia. Veja que não é porque você vai fazer um discurso de forma coloquial que você deixará de proferir as palavras de forma bem articuladas, bem pronunciadas, e com o perfeito uso das conjugações verbo-nominais. Não se deve subtrair letras ao fim das palavras. Treine sua dicção, pronúncia e fluência.
A fluência é a capacidade que um indivíduo possui de transmitir a linguagem de maneira clara e producente, de tal forma que a assistência, mesmo que não concorde com o seu discurso, não deixará de entender as palavras que você está proferindo. Veja que não importa se o público que você está conduzindo não fala corretamente, você deve falar corretamente.
Dois grandes amigos dos quais você precisa para ter fluência são: um bom dicionário Aurélio, e uma boa gramática. Não tenha vergonha de buscar o dicionário. Saiba que só pessoas inteligentes buscam aprender, buscam estudar. Tudo isso porque é muito importante dominar a sua linguagem, ter concordância verbal, ter uma dicção adequada e ter um bom ritmo, e aprendemos isso de maneira salutar e rápida lendo em voz alta. Leia bons livros em voz alta. Pessoas que não exercitam a voz perdem a explosão vocal. Exercitar é bom para os pulmões, para o cérebro e para a memória. Não fale com muita pressa e nem muito devagar.
Outro aspecto muito importante para você considerar é ter bons amigos, pessoas que estejam no seu patamar, ou em patamares mais elevados, para que você tenha bons referenciais. Se você se habitua a andar com os mesmos, você não vai evoluir. Queira andar com pessoas que estão na propensão da evolução; e essas pessoas são as que gostam de ler, de aprender, de se exercitar, que têm um horizonte e que querem conquistá-lo. Eu vejo você nessa vitória.
Outro aspecto muito importante é: “aprenda a gostar de você”. Se você quiser bem a você mesmo, você irá se esforçar para estar em bons ambientes, em lugares cheirosos, e com pessoas agradáveis. Se você quiser bem a si mesmo, buscará evoluir diariamente a sua comunicação; batalhará por ter pessoas inteligentes ao seu redor e que se comuniquem com você de igual maneira; justará por sua evolução espiritual, e por transmitir para as pessoas que têm a capacidade de corresponder aos seus ideais, tudo o que já aprendeu.
O orador não se poupa, não se economiza, dá tudo o que tem; o orador expressa sua melhor voz, a sua melhor roupa, e a sua melhor gravata. O orador busca, incessantemente, dar para a assistência o seu melhor conteúdo, a sua melhor mensagem, as experiências por ele vivenciadas, os seus aprendizados, e os seus melhores conselhos. Esses são os verdadeiros oradores. E os outros? Os outros são só faladores. Nós os qualificamos como caça-níqueis e, no mundo da realidade, do sucesso, aquele que coloca um ideal em um preço, não é um idealista. O verdadeiro idealista é aquele que, com ou sem recursos, conduz à frente os seus sonhos.
Então, quando a pessoa vende e só apresenta o que sabe mediante um preço muito alto, esse é um charlatão.
Você é um sucesso! Você tem toda as condições para brilhar, e nós vamos ajudar você com muitas informações. Em seu próximo discurso, respire fundo, se prepare e acredite em você.

Orlando Júnior

Clique aqui e acesse nosso canal no Youtube.

Clique aqui e saiba mais sobre Orlando Júnior.

Deixe uma resposta

Fechar Menu